(84) 99198-4413

NO AR

AUTOMAÇÃO MUSICAL

Com LOUVORES DE ESPERANÇA

Sussuros

RUTE PARTE I

Publicada em 22/03/18 as 20:01h por Lucas Oliveira - 25 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Antes de começar a ler o livro de Rute, meditei sobre quem ela era. Usando a memória como recurso  de interpretação bíblica, voltei meus pensamentos para a genealogia de Jesus, onde Rute aparece. No capitulo 1, verso 5, do livro de Mateus, vemos  que "Salmom gerou de Raabe a Boaz; este, de Rute gerou a Obede…" Sabendo que Rute, era parte de um grupo seleto que teve o privilégio de fazer  parte da árvore genealógica do messias, me esforcei em cada verso, pra ver como Deus direcionou a vida de Rute. 

Embora os eruditos não saibam a data especifica em que foi escrito o livro de Rute, "o livro serve de ponte narrativa entre o período caótico dos juízes e o estabelecimento da dinastia contínua de Davi em Israel." (introdução da bíblia Andrews.)

Para contextualizar a condição de Israel como povo, podemos ler o ultimo verso do livro de juízes.  Esse verso, resume a condição social, politica, moral e espiritual do povo de Israel: 

"Naqueles dias, não havia rei em Israel; cada um fazia o que achava mais reto"(Jz 21:25) 

O livro de Rute começa com um tragédia. No  primeiro verso lemos que: "nos dias em julgavam os juízes, houve fome na terra" Rute (1:1)

Normalmente, fome na terra ou escassez de alimento, eram resultado de uma quebra de aliança com Deus. 

Foi essa grande fome que fez com que Elimeleque  saísse de Belém de Judá para habitar  na terra de Moabe com sua esposa Noemi e seus dois filhos, que mais tarde casariam com moças moabitas, chamadas Orfa e Rute.  Pelo que o texto dar a entender, Elimeleque morreu sem antes ter conhecido a Rute. Parecia que não era o bastante, e às tragédias continuavam a acontecer. No verso 5, é dito que os dois filhos de Noemi morrem, deixando-a sozinha com suas duas noras. Mais tarde, Noemi voltaria para Belém, e Rute conheceria a Boaz.  (próximo texto)

Sugiro uma retrospectiva para que possamos ver como Deus direcionou a vida de Rute:

1° Fome

2° Saída para terra pagã por causa da fome

3° Morte de Elimeleque 

4° Morte dos filhos de Elimeleque

5° Retorno constrangedor para Belém.

Diante disso,  concluo que embora Deus não seja causador do mal, ele usa situações ruins para cumprir com seus propósitos. Assim como fez com José:

 "Vós, na verdade, intentaste o mal contra mim; porém Deus o tronou em bem…"(Gn 50:20)

Amigo,  assim como fez com Rute, Deus pode fazer com que as tragédias de sua vida, o tornem membro da família espiritual de Cristo. Não como membros de uma árvore genealógica, mas como filhos e filhas de Deus. 

Maranata.






Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
22/03/18 - Sussuros CICLOS
22/03/18 - Sussuros RUTE PARTE I
22/03/18 - Sussuros RUTE PARTE II






.

LIGUE E PARTICIPE

Visitas: 77228
Copyright (c) 2018 - 3mawebradio