(84) 99664-0277

NO AR

AUTOMAÇÃO MUSICAL

Com LOUVORES DE ESPERANÇA

MISSÃO NORDESTE

Congresso motiva fiéis a usarem suas habilidades em prol da comunidade

Publicada em 07/12/17 as 22:47h por Equipe ASN, Andréa Figueiró - 16 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Nova Parnamirim, RN [ASN] Segundo dados recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), no mundo há quase um milhão de pessoas com deficiência. No Brasil, conforme informações do IBGE, esse número equivale a 45 milhões, ou seja, 24 por cento da população.

Por ser uma parcela numérica tão expressiva, a Igreja Adventista (IASD) tem trabalhado meios de ajudar essas pessoas, incentivando seus membros a não só as identificarem em suas comunidades, como também, promovendo encontros, treinamentos e oficinas que colaborem no desenvolvimento das habilidades desses voluntários, para atuarem de forma prática junto a esses grupos. E foi com esse intuito que, no último sábado (23), em Natal (RN), mais de 400 fiéis da IASD da Paraíba e Rio Grande do Norte estiveram reunidos participando do congresso Connections, ministérios e discipulado.

Pastor Cleber Aragão, diretor da área missionária da IASD nessa região, disse que essa é uma questão que a igreja abraçou. "Nós cremos que a nossa missão vai muito além do que apenas pregar a palavra da Bíblia, nós queremos viver a palavra da Bíblia para que as pessoas possam ver o exemplo de Jesus na nossa vida.

Pedagoga, especialista em educação e reabilitação de pessoas com deficiência visual, Roberta Silveira foi uma das participantes, ela atua no Ministério Adventista para Deficientes Visuais (MADV), promovendo cursos, palestras para cegos ou pessoas que tenham algum tipo de restrição que comprometa a visão, como também, influenciando outros a seguir os mesmos passos, tarefa que considera relevante. "É importante desenvolver nessas comunidades, um olhar especial pelas pessoas, porque assim como Cristo nos ensinou, devemos nos misturar com as pessoas para levantar suas necessidades, para então saber como usar nossas habilidades para atingir esse objetivo, declarou".

Julianne de Oliveira foi uma das assistidas pelo MADV, e hoje ela não só consegue ir e vir, subir e descer escadas com mais liberdade, mas sua vida tem um significado diferente, " graças a esse trabalho, aprendi valores e que, apesar das limitações, sou capaz de muitas coisas. E mais, posso ajudar a outros".

Feliz com o resultado, Juliane contou ainda que, montou um outro núcleo do MADV na Zona Norte da capital potiguar, para que outros tenham a mesma oportunidade que ela.

Toda a programação do Connections foi voltada para promover dentre os participantes, que estas ações junto à sociedade aconteçam através dos pequenos grupos (PG), grupo de pessoas que se reúne semanalmente sob a coordenação de um líder visando o crescimento espiritual, relacional e evangelístico, objetivando sua multiplicação.

Saiba mais sobre os pequenos grupos

Para Pastor Moisés Moacir, presidente da IASD para seis estados do Nordeste (UNeB), essa é maneira mais prática e eficaz de se alcançar o objetivo proposto, descobrir dons e talentos dentre um grupo menor de fiéis, que se conhecem e podem ajudar a igreja como um todo, e ainda, fazer novos discípulos, ou seja, pessoas que estejam dispostas a arregaçarem as mangas, seguindo o exemplo de outros. "Para termos uma igreja mais relevante e atuante na comunidade, precisamos edifica-la e nutri-la, e isso só acontece em pequenos grupos", pontuou.

O pastor Carlos Augusto, diretor de ação missionária da  UNeB, colaborou com essa afirmativa, pois  segundo ele, uma igreja cheia de membros não e sinônimo de vida espiritual saudável.  "A saúde da igreja não pode ser medida pelo número de pessoas que sentam nos bancos das congregações, e sim, por aqueles que vão para as ruas ajudar a outros", explicou.

Pastor Geison Florêncio, presidente e da IASD (PB/RN) também enfatizou esse ponto dizendo que, para que isso aconteça é "preciso fortalecer a visão de ministérios de cada fiel, pois a igreja precisa de comprometimento, pois comprometimento é sinônimo de discipulado", esclareceu.

O programa contou ainda com palestrantes de São Paulo (SP), Fortaleza (Ce) e dos pastores desse território, especialistas e mestres em diversas áreas de evangelização, além de grupos representativos dos Ministérios dos surdos (MAS), Mensageiros do Asfalto (motociclistas), Carcerário, Mutirão de Esperança, dentre outros.

Durante a programação os participantes passaram por oficinas simultâneas e ainda receberam uma pasta com material de aprendizado, DVD´s contendo testemunhos de pessoas que já estão desenvolvendo seus dons em suas localidades e certificado de participação, além de sorteio de brindes.

Veja mais detalhes do que aconteceu na próxima edição do Revista Novo Tempo, próxima sexta às 20 horas, com reprises: no sábado às 6 e 16 horas e no domingo às 5h da manhã. Pelos canais: NET 184 ou 684;CLARO 184 ou 684 e  OI 214. Também pode assistir à programação através da Internet no site: www.novotempo.com/aovivo e também através do aplicativo da TV Novo Tempo no seu celular com sistema Android ou iOS.  [Equipe ASN, Andréa Figueiró]








Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







.

LIGUE E PARTICIPE

Visitas: 74486
Copyright (c) 2018 - 3mawebradio