Igreja fortalece posicionamento sobre política e eleições

06/10/2018

Neste domingo, 7 de outubro, milhões de brasileiros escolherão presidente, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. Com a aproximação desse momento de cidadania e de preocupação política, a Igreja Adventista do Sétimo Dia reafirma documento sobre o assunto votado e aprovado em novembro de 2017.

Alguns aspectos presentes no material são destacados. Um deles é referente à política partidária. Um dos itens afirma que “a Igreja Adventista do Sétimo Dia reconhece das obrigações do exercício da cidadania, mas não possui nem mantém partidos políticos, não se filia a eles, tampouco repassa recursos para atividades dessa natureza”.

E segue dizendo que “por adotar uma postura apartidária, respeita as autoridades constituídas, mas não participa de qualquer atividade político-partidária”.

Política nos templos e uso consciente do voto

O documento oficial da Igreja em nível sul-americano declara, ainda, que a organização não permite que, em seus templos, ocorram reuniões com finalidades eleitorais. E isso vale tanto para candidatos quanto para partidos políticos.

Outro destaque do voto adventista diz respeito à necessidade e importância de um voto consciente dos membros. A recomendação adventista é que, na hora de se escolher candidatos, os adventistas do sétimo dia exerçam sua cidadania de forma criteriosa. Ou seja, prefiram candidatos que defendam qualidade de vida e saúde, modelo bíblico de família, valores éticos e morais, liberdade religiosa e a separação entre Igreja e Estado.

Uso da imagem da igreja e boatos

O documento afirma, ainda, que “assim, a Igreja Adventista do Sétimo Dia determina que candidatos que são adventistas não usem o púlpito nem programas oficiais da igreja para pedir votos”.

Pastor Helio Carnassale, diretor de Assuntos Públicos da Igreja Adventista do Sétimo Dia, ressalta que o documento prevê orientações sobre postura de candidatos adventistas. E ajuda a entender que há um necessário relacionamento que a organização estabelece com autoridades devidamente eleitas. “A organização adventista não está alheia ao que ocorre ao seu redor, por isso trabalha de forma séria, honesta e dentro da lei”, salienta.

O pastor Rafael Rossi, diretor de Comunicação da Igreja Adventista, explica que o uso da imagem da Igreja para fins eleitorais não é autorizado pela organização. Ele pede, também, que as pessoas sejam prudentes e cuidadosas ao repassar ou transmitir informações sobre conteúdos como vídeos editados com falsa informação, textos mentirosos, caluniadores ou mesmo que utilizem imagens de atividades da igreja com a intenção de angariar votos. “Cuidado com quem explora indevidamente a imagem e a marca da Igreja para sugerir votos a algum candidato específico. Nosso papel é dar um voto consciente e orar pelas autoridades constituídas”, ressalta.

Por Agência Adventista Sul-Americana de Notícias

Adventistas entregam 11 toneladas de alimentos em Salvador

06/10/2018

Desempregada há 2 anos e 6 meses, Rosimeire Barreto reagiu com alegria ao receber uma cesta básica na comunidade onde mora, o bairro do Calabar, em Salvador. “Que trabalho maravilhoso! Esse alimento vai me ajudar muito e eu ainda vou dividir com minha irmã, porque eu prometi”, conta. Além dela, mais 150 famílias da localidade foram beneficiadas com as cestas no dia 28 de setembro, através da iniciativa da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), com apoio da Ação Solidária Adventista (ASA) e da Base Comunitária da Polícia Militar.

Segundo a coordenadora de projetos da Base Comunitária do Calabar, sargento Kelle Xavier, a parceria com a ADRA tem dado certo. “Uma série de ações já foram feitas aqui na base com a equipe da ADRA e conseguimos atender famílias de baixa renda. Tem sido um serviço gratificante”, relata . O diretor regional da ADRA Brasil para a Bahia, Luiz Fernando, relembra que essa relação foi iniciada em 2016 e, no ano seguinte, em cooperação com a fundação suíça Advent-Stiftung, por exemplo, a comunidade recebeu dez equipamentos para comércio de lanches na rua, dando oportunidade para o desenvolvimento e geração de renda para algumas famílias. “Estamos muito felizes em poder contribuir mais uma vez, positivamente, neste local, e nosso desejo é que este trabalho continue”, pontua Luiz.

Presente do céu

A Organização de Auxílio Fraterno (OAF), entidade filantrópica que há 60 anos acolhe crianças, também recebeu 100 cestas básicas no dia 28. A chamada “casa lar” abriga 80 crianças de 0 a 18 anos que viviam em situação de vulnerabilidade e risco social (abandono, violência física e violência psicológica). A coordenadora técnica da OAF, Cleide Carvalho, falou sobre as dificuldades em sustentar uma organização como esta, que além da estrutura com oito apartamentos, conta com uma escola que vai da educação infantil ao 3º ano. “Esta doação é muito bem-vinda. Geralmente não conseguimos cobrir as despesas completamente e estamos há três meses sem receber um recurso que é fixo. Essa doação veio do céu”, conta.

Mário Almeida estudou na escola da OAF por cinco anos e conviveu com muitos colegas que moravam no abrigo. Hoje, aos 22 anos de idade, é contador da ADRA na Bahia e participou da entrega dos alimentos. “Eu fiquei muito feliz em participar desta ação social e voltar neste local que fez parte da minha infância. É um sentimento de nostalgia e gratidão. Nós servimos a um Deus que quer que demonstremos amor ao próximo, viver o que Cristo viveu, e isso foi feito aqui hoje”, reforça Mário.

Tempo de Celebrar com amor

Nos dias 27 e 28, a comunidade do Pela-Porco e a Praça do Largo do Roma receberam o caminhão da ADRA, unidade de apoio assistencial com 45 m² de área útil. Por dia, mais de mil pessoas em situação de rua e acompanhantes do hospital das Obras Sociais Irmã Dulce, que fica próximo ao local, receberam refeições como café da manhã, almoço e jantar. “Nós temos uma parceria com a prefeitura com o trabalho de abrigamento. A distribuição das refeições e de roupas pode nos ajudar a criar um vínculo com essas pessoas adultas em situação de rua para, quem sabe, eles possam aceitar serem acolhidos pelo projeto”, conta a assistente social Edilaura Ferreira. Seu Geraldo já foi atendido pela ADRA em outra oportunidade, quando era morador de rua. Quando estava passando pela praça do Largo do Roma, rapidamente reconheceu o caminhão. “Quando passei de manhã e vi, me perguntei: o que o caminhão do ADRA está fazendo aqui? Aproveitei e vim pegar um lanche. Sempre fui bem atendido. É uma coisa muito abençoada por Deus”, destaca.

Mais 250 cestas básicas foram entregues em outros pontos da região metropolitana de Salvador entre os dias 24 e 28 de setembro, totalizando 11 toneladas. Todos esses alimentos foram adquiridos como parte do valor da inscrição do evento Tempo de Celebrar, promovido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia nos Estados da Bahia e Sergipe. O evento reuniu, no dia 29 de setembro, cerca de 30 mil pessoas no Estádio do Pituaçu marcando o encerramento do projeto Santuários de Esperança, que incentivou a construção de mil novas igrejas em cinco anos neste território e celebrando os cinco anos da organização da União Leste Brasileira, sede adventista que administra a Igreja nestes dois Estados. Para contribuir com os trabalhos da ADRA, clique aqui.

Por Evellin Fagundes, com colaboração de Wiliane Passos, Luci Pinto e Roberto Alves

Pais e filhos participam de acampamento de quase 1500 pessoas

06/10/2018

Preocupada com a criação e educação do seu irmão, Williane resolveu inseri-lo no clube de aventureiros da Igreja Adventista perto de sua casa. Cauã era uma criança triste, deprimida e não se enturmava, pois tinha muitas dificuldades de relacionamento. Tudo isso devido a problemas familiares.

Segundo Williane essa realidade logo foi mudada, tanto na vida dela que teve que assumir o irmão como filho, o que representava muita responsabilidade, como na vida do Cauã, quando o garoto começou a frequentar às reuniões. “Quando eu coloquei ele no clube eu percebi que agora eu tinha uma ajuda, eu não estava mais só. Eles nos abraçaram como família, nos deram carinho, atenção. Ali ele foi aprendendo que, o que realmente importa é o amor. Isso é lindo, é perfeito. O que o clube faz através da rede familiar é sensacional”, afirmou.

Cauã foi um dos 1500 participantes do IX Aventuri, um acampamento realizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, entre os dias 17 a 19 de agosto, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim (RN). O evento reuniu crianças de 6 a 9 anos de idade, acompanhados pelos pais ou responsáveis, em três dias de diversas atividades, espirituais, cívicas e brincadeiras, numa estrutura montada com área de camping, banheiros, cozinha e lanchonete, para tender todo o grupo.

Essa integração, clube e família, ajudando uma a outra, faz parte da proposta do encontro, segundo o organizador. “Nossa intenção é continuar o trabalho que é feito semanalmente nos clubes, de unir pais e filhos e auxilia-los no processo de desenvolvimento para que sejam cidadãos eficazes na sociedade, quando ficarem adultos”, declarou.

Para o líder de aventureiros da Região da Paraíba, Flávio Amorim, o resultado foi positivo, pois as crianças não só gostaram, como responderam positivamente à proposta do aventuri. “ A gente pôde ver aí a importância que existe entre a conexão da família e o clube. Vimos as crianças felizes, com energia, fazendo conexão com Deus, com esse programa maravilhoso que aconteceu. Muito bom mesmo.

Ação Social

A garotada ainda arrecadou mais de 300 brinquedos que serão doados à instituições de crianças carentes, da cidade de Natal, RN. A iniciativa teve o apoio da ADRA Brasil, agência humanitária adventistas, regional Nordeste, que fará as distribuições ainda esse mês.

O Cauã, apesar da pouca idade, ao ser perguntando o que o clube representa para ele, afirmou. “Eles são mais que amigos, são minha família”. Falou emocionado.

Lucas Pegado, 09 anos, meio que eufórico, disse que leva do aventuri, muita coisa para casa. “Amigos, alegria e um troféu”.

Para saber mais sobre os clubes de aventureiros, procure uma Igreja Adventista perto de sua casa. Clique aqui e veja onde.

A reportagem completa confira no Revista Novo Tempo da próxima sexta, dia 24, com reprises no sábado às 16 horas e domingo bem cedo, 6 da manhã, na TV Novo Tempo por meio das antenas parabólicas e pelas operadoras de TV a cabo NET (canal 184 ou 684), Claro (canal 184 ou 684) e OI (canal 214). Ou ainda ao vivo pela internet e pode ser acessado por meio do aplicativo disponível para smartphones (Android ou iOS)

Por Andréa Figueiró

Aplicativos


 Locutor no Ar

Auto DJ

Louvores de Esperança

00:01 - 23:59

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

OS ARRAIS

ELE É

02.

DANIEL LUDTKE

SONDA-ME - SALMO 139

03.

ADORADORES 3

NAS MÃOS DO OLEIRO

04.

CÍNTIA ALVES

QUERO TUA PRESENÇA

05.

GENILSON ALVES

O DIA PERTO ESTÁ

Anunciantes